Beleza dos Andes: Conheça a história de El Chaltén

Beleza dos Andes: Conheça a história de El Chaltén

El Chaltén

Conhecida por ser a Capital Nacional dos Trekkings, El Chaltén é uma cidade ao sul da Cordilheira dos Andes, que além de proporcionar aos viajantes muita beleza e aventuras, tem uma bonita história, que remete aos primeiros nativos locais, a qual contaremos nesse texto. Confira!

Antes um assentamento rural, El Chaltén ganhou destaque por receber vários montanhistas que desejavam escalar e fazer trekkings em algumas das montanhas mais bonitas do mundo, até ser finalmente declarada pelo Governo Argentino como cidade, em 1985, fazendo com que ela se tornasse a cidade mais jovem do território argentino.

Mas essa história começa muito antes, na época dos primeiros nativos da cidade, os Tehuelches. Esse povo, que possui uma história com mais de 9 mil anos e ainda existe hoje em dia, foi que originou o nome da cidade, quando deu o nome de Chaltén ao monte que hoje se chama Fitzroy, em homenagem a um navegador que trouxe Charles Darwin para estudar a região.

Esse nome de origem aonikenk (idioma falado pelos Tehuelches), significa: “Montanha que solta fumaça”, o que muito provavelmente quer dizer que esta população indígena acreditava que o gigante de gelo se tratava de um vulcão. Como essa montanha é o principal símbolo da cidade, ela passou a ser chamada de El Chaltén. O monte inclusive, é um lugar até hoje, considerado sagrado pelos índios.

Ainda hoje a cidade, que fica dentro do Parque Nacional Los Glaciares, abrigando também parte de El Calafate, tem poucos habitantes, cerca de 1627 pessoas segundo o último censo. Com a qualidade cada vez maior de acesso à cidade, essas pessoas conseguem viver do turismo da região, muito procurada hoje em dia.

Ficou curioso para conhecer a Capital Nacional dos Trekkings? Então arrume as malas e partiu El Chaltén!